Cuidados com os gatos no inverno

Embora muitas pessoas não percebam, são necessários alguns cuidados com os gatos no inverno, no sentido de compensar os maiores riscos que essas condições climática trazem à saúde do felino.

Os pets sofrem mudanças físicas e comportamentais nas estações mais frias, que podem ser observadas com um pouco de atenção. Por isso, existem alguns cuidados especiais que precisam ser tomados com os gatos no inverno.

Confira quais são esses cuidados, o que acontece com o corpo dos felinos, e o que você deve saber para evitar que a temperatura se torne um problema:

Mudanças e cuidados físicos

A maior parte das raças de gatos conseguem desenvolvem uma pelagem mais densa e grossa no inverno, para proteger o animal do frio. Isso é especialmente visível em gatos que frequentam ambientes externos, que rapidamente desenvolvem uma camada adicional de pelos.

Algumas raças, no entanto, assim como gatos muito jovens ou muito velhos, não desenvolvem essa capacidade. Por isso, estes animais tornam-se mais expostos ao frio, com uma capacidade menos eficiente de regulagem térmica. Isso afeta sua saúde e capacidade imunológica, e é necessário proteger estes gatos do frio. Evite a presença deles em ambientes externos, e garanta que seu felino esteja com uma temperatura corporal sempre adequada.

O frio e a preguiça

Não é só você que gosta de ficar no sofá sob um cobertor nos dias frios. É normal que os gatos tornem-se menos aventureiros e brincalhões no inverno. Aqueles que tem acesso ao exterior costumam sair menos, e seus passeios pela vizinhança tornam-se mais curtos.

Não há motivos para preocupação se parece que seu gato está viciado na cama dele, ou parece ter desenvolvido uma paixão por alguma fonte de calor em sua casa. Essa reação é normal, e é possível que o felino busque locais inusitados para se esquentar, que pareçam escondidos.

A preocupação, neste caso, é que é comum que os gatos busquem espaços na parte inferior dos carros que ainda estejam quentes ou protegidos – o que é um problema quando o dono não percebe. Por isso, se você não sabe o paradeiro de seu gato e vai usar o carro, chame por ele e faça bastante barulho antes de dar partida ao motor. Este é um dos cuidados com os gatos no inverno que precisam ser aprendidos desde cedo.

Dicas adicionais

Uma boa forma de evitar que seu gato sofra com o frio, especialmente se ele tem algum problema de saúde ou não desenvolve pelagem adicional, é evitar que ele saia na rua. Mantenha-o dentro de casa no inverno e proporcione “cantinhos” nos quais ele pode ficar mais aconchegado e aquecido.

Para evitar o sedentarismo, estimule-o a brincar dentro de casa. Faça pequenos jogos e provocações para evitar que ele (e, quem sabe, até mesmo você) passe o inverno todo espreguiçando-se e ronronando sob o cobertor. Entre os cuidados com os gatos no inverno, o estímulo é absolutamente essencial.

Além disso, certifique de trocar a água e a ração com mais frequência, especialmente em locais muito frios onde há risco potencial de congelamento de líquidos.

Dê atenção, também, a pulgas e parasitas. Embora desenvolvam-se menos em climas frios, é comum que aquecedores e cobertores formem o ambiente perfeito para o desenvolvimento de um epidemia de pulgas. Por isso, não “pule” o tratamento durante o inverno para evitar surpresas desagradáveis.

Leave a Reply

Ad Blocker Detectado

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors. Please consider supporting us by disabling your ad blocker.

Refresh